Previsão do Preço do Ouro para 1 de Agosto de 2017

gold-073117

Os preços do ouro mantiveram-se quase inalterados, na Segunda-feira, apoiados por um dólar mais fraco, mas por uma inflação suave, que foi esperada, preços algo indeterminados. O dólar continuou a sofrer um declínio face ao Euro, o que continua a ajudar a paviamentar o caminho para preços mais elevados do ouro. A resistência é vista junto à alta de Junho em 1.296. O suporte é visto junto da média de mudança de 10 dias em 1.254.O impulso positivo mantém-se positivo, já que as impressões do histograma MACD (média de mudança convergência divergência) ficaram no negro, com uma trajetória ascendente inclinada que aponta para preços mais elevados para o metal dourado

A Inflação Essencial Foi Mais Forte do que o Esperado

A inflação HICP de Julho da Zona Euro surgiu estável em 1.3% ano após ano, inalterado desde Junho, conforme esperado. A taxa das manchetes mantêm-se, de longe, abaixo do limite superior do BCE, para a estabilidade do preço, mas um acréscimo inesperado da taxa essencial para 1.2%, ano após ano, a partir de 1.1%. Ano após ano, os mercados foram-se afirmando e fizeram subir os rendimentos, juntamente com o Euro.

Previsão do Preço do Ouro para 31 de Julho de 2017

gold-072817

Os preços do ouro aumentaram, na Sexta-feira, à medida que o dólar continuou a retrair, pavimentando o caminho para preços mais elevados do ouro. Mais elevados do que esperado, os dados da inflação, lançados na Europa e no Japão, fizeram flutuar os rendimentos Europeus e Japoneses e elevaram o Euro e o Iene face ao dólar. A resistência é vista junto às altas de Junho em 1,294. O suporte é visto junto da média de mudança de 10 dias em 1,235.  O impulso positivo mantém-se positivo, já que as impressões do histograma MACD (média de mudança convergência divergência) ficaram no negro, com uma trajetória ascendente inclinada.

A Inflação do Japão Foi Mais Forte do que o Esperado

O núcleo CPI do Japão aumentou em 0.4% em Junho, anós após ano, comparado com as expectativas de um aumento de 0.3%.  Despojando o efeito da comuda fresca e da energia, os preços ao consumidor mantiveram-se inalterados em Junho, desde há um ano.  Os preços essenciais ao consumidor em Tóquio, disponíveis um mês antes dos dados de todo o país, aumentaram 0.2% em Julho, ano após ano, versus as expectativas de um aumento anual de 0.1%. A inflação mais elevada poderia levar às expectativas de que o Banco do Japão reduziria o alojamento.

Mercado Diário – 28/07/2017 – Encerramento da Semana

  • O Índice do Dólar (DXY) teve queda no dia de hoje, sendo negociado dentro do intervalo de ontem, preço poderá permanecer mais alguns dias lateralizado.
  • EURUSD subiu após a queda de ontem, é voltou a superar a região 1.17, par teve dia de volatilidade limitada dentro dos níveis de preço encontrados na quinta-feira.
  • GBPUSD voltou a subir e conseguiu superar a região 1.31, encontrando resistência próximo ao valor de abertura desta quinta-feira, preço poderá continuar buscando alta nos próximos dias.
  • USDJPY voltou a cair e teve dia de baixa volatilidade, voltando a ser negociado abaixo de 111, tendência de baixa permanece inalterada para o par, e na próxima semana poderá testar a região 110.
  • USDCHF após forte movimento ocorrido na quinta-feira teve continuação da alta, chegou a ser negociado acima de 0.97, porém caiu abaixo desse nível encontrando dificuldades em se sedimentar acima de 0.97.

Mercado Diário – 28/07/2017

  • O Índice do Dólar (DXY) teve retração na baixa no decorrer do dia, e conseguiu imprimir um dia de alta, porém o movimento foi insuficiente para superar a máxima do dia anterior.
  • EURUSD subiu na abertura do dia e atingiu a região 1.178, onde vendedores entraram e fizeram a cotação cair, imprimindo um dia de retração na tendência altista.
  • GBPUSD atingiu o seu nível mais alto do ano próximo a 1.316 e neste nível recuou o movimento, encerrando o dia na região de 1.306.
  • USDJPY teve um dia volátil e oscilou para os dois lados a partir da abertura, encerrando o dia próximo ao valor de abertura e imprimindo um doji, demonstrando indecisão sobre próximo movimento, tendência ainda é de baixa.
  • USDCHF teve dia de forte alta, e conseguiu superar a máxima do dia anterior, região 0.965 a 0.97 poderá limitar alta e tem potencial de atrair vendedores.

Previsão do Preço do Ouro para 28 de Julho de 2017

gold-072717

Os preços do ouro formaram um dia doji que é um dos indecisos à medida que os preços conduziram as forças conflituantes. Apesar de as ações terem caído e gerado medo a curto prazo, o dólar ganhou tração, na sequência de um relatório dos bens duradouros dos E.U.A. mais forte do que esperado. Os preços mantêm-se numa tendência ascendente a curto prazo com resistência junto às altas de Junho em 1.296.  O suporte do metal dourado é visto junto à média de mudança de 10 dias em 1.246. O impulso mantém-se positivo à medida que o histograma MACD (média de mudança convergência divergência) imprime no negro com uma trajetória inclinada ascendente que aponta para preços mais elevados.

Bens Duradouros Ficaram Mais Fortes do Que Esperado

As encomendas de bens duradouros dos E.U.A. ressaltaram 6.5% em Junho, na sequência do declínio de 1% revisto em Maio. Os pedidos de transporte reforçaram a manchete, crescendo 19.0%, na sequência da anterior queda de 1.6% que foi revista a partir de -3.0%. Excluindo os transportes, os pedidos ficaram em 0.2% versus os anteriores 0.6% que foram revistos a partir de 0.3%. Mas, os pedidos de bens de capital, fora da defesa, excluindo a defesa, afundaram 0.1% a partir do anterior ganho de 0.7% que foi revisto a partir de 0.2%. Os envios mantiveram-se inalterados em Junho, após o crescimento de 1.2% em Maio que foi revisto a partir de 1.0%. Os envios de bens de capital fora da defesa, excluindo as aeronaves, ficaram em 0.2% a partir de 0.4% que foram revistos a partir de 0.1%. Os inventários cresceram 0.4% a partir de 0.1%.

Mercado Diário – 27/07/2017

  • O Índice do Dólar (DXY) teve continuação da tendência de baixa e rompeu a mínima do ano, fazendo novo fundo e com a extensão do movimento, tendência poderá continuar e nada sugere sua reversão.
  • EURUSD superou a máxima de 2015 no valor 1.1713, estendendo o movimento e fazendo um novo topo, o par atingiu o valor mais alto desde 2015.
  • GBPUSD teve continuação da alta, voltando a ser negociado acima de 1.31, mercado busca força para continuação do movimento e superação da região.
  • USDJPY teve retomada da baixa caindo da região 112, e voltou a ser negociado próximo a mínima do dia anterior, movimento poderá continuar e testar região 110 ou até níveis mais baixos.
  • USDCHF voltou a cair após passar a maior parte do dia em alta, preço poderá voltar a ser negociado abaixo de 0.95.

EUR/USD Continua Posicionado para Alta

Nesta semana o EURUSD conseguiu se aproximar do valor máximo atingido em 2015, quando o par chegou ao preço 1.1713 naquele ano, e na atual semana tocou o preço 1.1711, nível que ofereceu resistência e fez o preço recuar. Desde o começo de 2017 o EURUSD vem subindo, e compradores estão pressionando a cotação fazendo o preço progressivamente romper as resistências dos períodos anteriores.

Vendedores não tem tido condição de limitar o movimento de alta ocorrido no par, e apesar de a economia dos EUA estar tendo um desempenho razoável, esse desempenho tem se demonstrado insuficiente para fazer o par cair mesmo com após o FED realizar alguns aumentos de juros para a economia dos Estados Unidos.

O que parece mais provável neste momento, é que em mais dias ou semanas teremos uma superação e fechamento acima de 1.17, compradores não parecem estar dispostos a ceder espaço, e esse otimismo em relação ao euro poderá levar o par a fazer topos mais altos, e considerando que os movimentos podem ocorrer de 500 em 500 pips, o EURUSD poderia até se aproximar da região de 1.20 ainda nesse ano.

Por enquanto o que temos é que o par ainda não conseguiu uma superação do 1.1713, e vendedores tem tentado fazer com que a cotação sofra recuo, mas mesmo assim, o que tem ocorrido é que o preço está se sedimentando acima de 1.16, e mesmo que caia até a região 1.15 ainda assim esses níveis de preço poderão representar uma boa oportunidade de compra.

Ao analisarmos tecnicamente o gráfico diário da PETR4, vemos que a EMA10 (vermelha) está acima da EMA20 (azul) indicando que o par está em tendência de alta, o MACD encontra-se acima da linha de equilíbrio, o que também indica o momento altista no preço, o Estocástico está sugerindo um cruzamento de cima para baixo, mostrando o recuo ocorrido nos últimos dias, de forma geral os indicativos técnicos são de retração com possível continuação de alta.

Previsão do Preço do Ouro para 27 de Julho de 2017

gold-072617

Os preços do ouro aumentaram, na sequência da decisão da Fed sobre a taxa de juro. Enquanto a maioria dos investidores não esperam qualquer acção, houve muitos pensamentos de que a Fed poderia introduzir o seu plano no desenrolar do seu balanço. A Fed afirmou que avançaria rumo a uma normalização adicional, nalgum momento, este ano, e mais cedo do que tarde. O dólar facilita a inacção da Fed, pavimentando o caminho para preços mais elevados do ouro. A Fed afirmou que a economia está a comportar-se, de forma modesta, abaixo dos 2%, ficando ligeiramente abaixo da sua estimativa.

O Ouro está a Testar a Resistência

Os preços do ouro aumentaram e estão testando a resistência perto de uma linha de tendência inclinada em sentido descendente, em 1.256. O suporte do metal dourado está a ser visto junto à média de mudança de 10 dias em 1.241.  O impulso é positivo, já que o histograma MACD (média de mudança convergência divergência) imprime no negro, com uma trajetória com inclinação ascendente que aponta para preços mais elevados do metal dourado.

Mercado Diário – 26/07/2017

  • O Índice do Dólar (DXY) testou a mínima de ontem e conseguiu fazer um fundo mais baixo, região a qual compradores entraram e imprimiram uma reversão no movimento do dia.
  • EURUSD subiu e chegou próximo a máxima de 2015, atingindo hoje 1.1711, onde vendedores entraram defendendo a região e fizeram com que a cotação recuasse.
  • GBPUSD passou a maior parte do dia em alta e recuou no decorrer do dia, encerrando abaixo do valor de abertura, movimento de alta poderá continuar mas nível próximo a 1.31 tem potencial de limitar subida.
  • USDJPY teve um dia de alta, interrompendo uma sequencia de quedas, preço se aproximou das médias móveis perto de 112, vendedores poderão defender região para uma nova tentativa de aproximação ao 110.
  • USDCHF seguiu a correlação com o euro e teve dia de alta, essa retração ainda não conseguiu superar a região de resistência 0.955.

Previsão do Preço do Ouro para 26 de Julho de 2017

gold-072517

Os preços do ouro consolidaram na Terça-feira, descendo, à medida que o dólar ganhou tração e os rendimentos dos E.U.A. subiram. A inflação do preço das importações Alemãs mais fracas do que o esperado retirou algum do lustro ao metal dourado. O suporte do ouro é visto junto à média de mudança exponencial de 10 dias em 1,238. A resistência é vista junto às altas semanais em 1,258. O impulso mantém-se positivo já que o histograma do MACD (média de mudança convergência divergência) imprime a negro com uma trajetória ascendente inclinada com pontos para preços mais elevados. Os preços estão a formar um topo triplo e precisaria de eclipsar no nível dos 1,295 para evitar este cenário.

Inflação do Preço das Importações Alemãs Sofreu Declínio

A inflação dos preços das importações Alemãs caíram de volta aos 2.5%, ano após ano, a partir de 4.1%, ano após ano, no mês anterior, com os preços a descerem -1.1%, mês após mês. Os efeitos base dos preços do petróleo e as mudanças da moeda estão largamente por detrás da queda da taxa das manchetes e em 2.5% ano após ano, a inflação do preço das importações mantém-se a níveis elevados.