EUR/USD Tenta Retomar Tendência Encontrando Resistência Acima de 1.12

O EURUSD vai seguindo em movimento descendente desde o começo do ano de 2019, com o preço fazendo topos e fundos mais baixos, o que caracteriza a tendência de baixa. No final de abril o par atingiu a região 1.111, onde fez um fundo mais baixo, mas ali desencadeou a reação compradora que elevou novamente a cotação, fazendo o preço superar a área 1.12, e estendeu a alta até 1.1264, onde o movimento foi limitado.

O preço agora ronda a região 1.12, tentando se manter acima dessas área de negociação, mas vai encontrando resistência, e vendedores buscando um topo mais baixo para continuidade da tendência está defendendo a região, porém na parte inferior, temos uma área de suporte relevante, o nível 1.1176, onde no último mergulho até essa área, o preço teve aqueda limitada e voltou a superar o nível 1.12.

Veja o gráfico diário do EURUSD:

Portando nos últimos dias vemos o preço lateralizado sem evoluir muito tanto para cima quanto para baixo, mas mesmo sem uma evolução mais significativa no movimento, por estarmos em uma tendência de baixa com o preço próximo as médias móveis e encontrando resistência acima de um nível redondo relevante, o 1.12, poderemos presenciar na região a retomada do movimento descendente.

No caso do preço subir e superar o último topo, fechando acima do nível 1.1264, isso indicaria que os compradores retomaram o controle do mercado e podem continuar elevando a cotação rumo a um teste da área 1.13, porém enquanto o preço se mantiver fechando abaixo desse nível 1.1264, o viés de baixa permanece e vendedores devem continuar controlando o mercado pressionando a cotação mais ao sul.

Analisando o gráfico diário, vemos a EMA10 (vermelha) abaixo da EMA20 (azul) indicando a tendência de baixa no par, o MACD está menor que a linha de equilíbrio, também indicando que o preço vai seguindo em um movimento de queda, e o Estocástico está na zona intermediária, devido ao suporte encontrando na área inferior ao nível 1.1176, porém ainda assim, os indicativos gerais são de tendência bearish, e um fechamento diário abaixo do suporte citado, poderá acelerar a queda até a região 1.11.

Mercado Diário – 08/05/2019

  • O Índice do Dólar tentou recuperação e subiu, encontrando resistência na área 97.7, região que limitou uma alta maior.
  • EURUSD continua encontrando resistência acima de 1.12, preço pode superar novamente a região, porém acima de 1.12 vendedores podem retomar o controle do mercado.
  • GBPUSD caiu até a região das médias móveis, onde encontrou suporte na área 1.304, caso preço feche abaixo de 1.304 poderemos ver queda até a área 1.296.
  • USDJPY voltou a cair preço segue com viés de baixa e novas altas podem ser boas oportunidades de venda no par rumo a um teste da área 110.
  • USDCHF subiu forte porém continua com dificuldade em se manter acima de 1.02, preço pode cair novamente sendo o principal suporte 1.0125.
  • BTCUSD segue em alta, conseguiu se manter acima de $5700 e pode caminhar para uma superação do nível $6000.

Mercado Diário – 07/05/2019

  • O Índice do Dólar tentou subir, mas encontrou resistência na região 97.7 e caiu, encerrando o dia em baixa, o índice pode cair mais antes de encontrar suporte.
  • EURUSD subiu e tenta se manter acima de 1.12, preço está em correção para cima, porém par ainda poderá retomar baixa nesta semana.
  • GBPUSD iniciou a semana em queda, com o preço retornando abaixo de 1.31, área que busca limitar queda maior, apesar da baixa, viés de alta permanece.
  • USDJPY abriu a semana com gap de baixa, preço reverteu dia em alta e pode subir mais, uma aproximação a região 111.5 pode ser boa oportunidade de venda no par.
  • USDCHF teve alta nessa segunda-feira, preço continua pressionado para o sul e ainda pode ter nova queda até a região 1.0125.
  • BTCUSD busca um rompimento da resistência na área $5700, caso preço se sedimente acima desse nível uma continuação até $6000 é provável.

Mercado Diário – 06/05/2019

  • O Índice do Dólar teve queda após dados de emprego nos Estados Unidos virem divergentes, apesar de um Non Farm PayRoll forte, outros dados decepcionaram.
  • EURUSD subiu até a área 1.12 após dados decepcionantes para os EUA, par teve alta na semana abrindo em 1.1147 e encerrando a semana na área 1.12.
  • GBPUSD subiu com força e preço superou área 1.31, mercado poderá continuar em alta no início da próxima semana com 1.31 podendo ser testado como suporte.
  • USDJPY voltou para a área 111, preço pode continuar pressionado para o sul, preço deve ter retrações, porém pode formar topos mais baixos rompendo o 111.
  • USDCHF passou parte do dia acima de 1.02, não conseguiu se manter acima dessa área e caiu, preço poderá voltar a testar a mínima da semana 1.0125.
  • BTCUSD teve um rali e subiu até a área $5700, preço encerra a semana na região buscando continuidade da tendência de alta retomada em fevereiro.

Mercado Diário – 03/05/2019

  • O Índice do Dólar continuou a alta e o dólar vai retomando o movimento ascendente, o mercado poderá estender a alta no decorrer dessa sexta-feira.
  • EURUSD caiu mais, o preço testa a área 1.1175, antes de cair mais abaixo dessa região pode subir um pouco, o que poderá ser uma boa oportunidade de venda.
  • GBPUSD caiu nessa quinta-feira, o preço encontrou resistência em 1.31 e pode continuar tendo altas limitadas na região.
  • USDJPY subiu e encontra resistência na região das EMAs, o preço poderá continuar atraindo vendedores rumo a um teste da região 111.
  • USDCHF subiu e testou novamente a área 1.02, região que vai limitando altas maiores, novas altas acima de 1.02 podem ser boas oportunidades de venda no par.
  • BTCUSD segue em alta após o mergulho até $5000, o preço está posicionado para continuidade do movimento ascendente rumo a um teste da área $5700.

Como Funciona A Otimização Manual De Um EA e Para Que Serve

Por outras palavras, todos os parâmetros que compõe o EA podem ser analisados um por um para concluirmos qual será o exato ponto em que o EA poderá apresentar uma melhor performance, sempre com base nos dados estatísticos passados.

Por exemplo, imaginemos que determinada estratégia por defeito tem estipulado um take profit de 60 pips. Ao introduzirmos o processo de otimização manual, podemos realmente verificar se na prática esse seria ou não o melhor target para esse EA. É muito provável que um pequeno desvio desse valor, ligeiramente para cima ou para baixo, possa influenciar (por vezes) bastante e de uma forma positiva os resultados do backtest e consequentemente na prática, quando a estratégia já estiver em conta real.

Repare como no exemplo apresentado, no caso da estratégia em questão, à medida que o take profit aumenta, o resultado do lucro também vai aumentando. É através desta lógica de raciocínio que podemos encontrar o TP ideal para qualquer estratégia. A grande vantagem é que conforme podemos aplicar esta metodologia para identificar o melhor TP, também a podemos utilizar para encontrar outras variáveis quaisquer que façam parte do robot. Como consequência teremos seguramente um melhoramento do resultado final do lucro das estratégias, para além da preciosa ajuda que esta ferramenta nos fornece para decidir se valerá a pena ou não investir tempo em determinado EA/estratégia.

Toda a metodologia em termos práticos tem mais algumas vantagens, pois permite encontrar os níveis de intervalo e região de preços ótimos e uma vez encontrado dentro do intervalo ótimo o melhor parâmetro permite ir melhorando e pesquisando outros parâmetros de forma circular.

Por vezes através de uma estratégia é possível produzir sub estratégias que apesar de terem a mesma lógica podem entrar em pontos e momentos diferentes, chegando até em alguns momentos a parecer que se trata de uma estratégia completamente diferente, o que é excelente para a diversificação de um portfólio.

Por: Nelson Dias.

EUR/USD Encontra Topo Mais Baixo em 1.126

Na semana passada o EURUSD iniciou um movimento de retração para cima, quando na sexta-feira o preço atingiu a região 1.1111, e lá encontrou suporte, partindo a partir dali para um movimento ascendente, que veio e voltou a superar a região 1.12, atingindo nesta quarta-feira a área 1.126, região que limitou uma alta maior, e levou o preço a nova queda, tendo encerrado o dia com uma vela de baixa, entre a região das médias móveis.

Nesta quinta-feira vemos o preço rondando a região 1.12, tentando se manter acima dessa área, mas não avançando muito ao norte, vendedores buscam a continuação da tendência de baixa, que pode ser retomada a partir do topo mais baixo formado na área 1.126. Portanto após o fechamento diário de quarta-feira, ficou claro que a área atual pode sim ser o topo mais baixo, na continuação do movimento descendente.

Veja o gráfico diário do EURUSD:

No caso do mercado surpreender investidores e subir, fechando acima da área 1.126, isso indicaria o potencial rompimento da vela de quarta-feira, o que poderia levar o preço a um rali com rápida superação da região 1.13, porém altas até essa região citada, caso aconteçam poderão ser boa oportunidade venda com o stoploss mais curto, já que a resistência está bem marcada e o preço segue em queda. Portando, o mais provável é que a cotação no par continue pressionada para o sul.

Ao analisarmos o gráfico diário do EURUSD, vemos a EMA10 vermelha abaixo da EMA20 azul, indicando a tendência de baixa no par, o MACD está menor que a linha de equilíbrio também indicando que os vendedores continuam controlando esse mercado, e o Estocástico está se curvando e poderá ter um cruzamento para baixo, ainda não confirmado, o que sugere a possibilidade do preço estender a queda a partir da região. Um fechamento diário abaixo da área 1.118 indicaria que vendedores estão mais fortes e podem continuar a queda até a área 1.1111.

Divulgação das taxas de desemprego da Nova Zelândia

A Taxa de Desemprego divulgada pelo gabinete de estatística da Nova Zelândia é o número de trabalhadores desempregados dividido pelo total da força de trabalho civil.

Se a taxa estiver alta, isso indica uma falta de expansão dentro do mercado de trabalho da Nova Zelândia. Como resultado, um aumento leva a enfraquecer a economia da Nova Zelândia. Por outro lado, uma diminuição é vista como positiva (ou alta) para o NZD.

No caso da Nova Zelândia prevê-se uma diminuição da taxa de desemprego se compararmos o previsto com o último resultado divulgado, ou seja, uma diminuição de 4.3% para 4.2%.

A verificar-se este cenário, e caso o mercado seja “racional”, é possível que venhamos a assistir a um momento de grande volatilidade no mercado, nos instrumentos cujo NZD faça parte e que este venha a valorizar em relação aos demais, pois com a efetivação desses dados estaremos perante um sinal positivo para a economia da Nova Zelândia.

Como poderemos então eventualmente tirar vantagem da notícia?

Temos alguns cenários possíveis:

1- Os valores divulgados são iguais ou inferiores ao esperado

. Com este cenário o mais provável é uma valorização do NZD.

. Se porventura se verificar este 1º cenário mas o mercado reagir na direção inversa, é possível que ao final de alguns minutos tenhamos um reajustamento, sendo normalmente possível de aproveitar o mesmo a partir do minuto 15.

2- Os valores divulgados são superiores ao esperado

. Tendencialmente aqui o mercado irá desvalorizar nos pares constituídos pelo NZD.

. Se por ventura se verificar este 2º ponto mas o mercado para os pares NZD em vez de desvalorizarem acabarem por valorizar, ou seja, acontecendo o contrário do esperado no que diz respeito à reação do mercado, também poderá aqui surgir uma oportunidade para aproveitar a correção do movimento a partir do minuto 15.

* Qualquer análise feita em relação ao mercado jamais deverá ser interpretada como sugestão de uma operação nem recomendação de investimento, tendo apenas como finalidade fins meramente tutoriais/teóricos.

Por: Nelson Dias.

Mercado Diário – 01/05/2019

  • O Índice do Dólar continuou a queda com o dólar em retração, movimento descendente pode continuar antes de dólar encontrar suporte.
  • EURUSD subiu e superou a região 1.12, mercado está em correção e pode continuar a alta até um teste da resistência 1.13.
  • GBPUSD superou a resistência 1.296 e subiu com força, par está posicionado para continuar subindo com potencial desafio da região 1.31.
  • USDJPY não voltou a subir e caiu, preço falhou na superação do 112 e poderá caminhar para um teste do 111 ou níveis ainda mais baixos.
  • USDCHF vai demonstrando exaustão no movimento ascendente e não se mantém acima de 1.02, par pode ter queda forte a partir da região atual.
  • BTCUSD voltou a subir e vai se mantendo suportado acima de $5000, mercado poderá buscar continuidade da alta no decorrer da se