Ucrânia diz que tropas se aproximam de Lyman, importante reduto ocupado pela Rússia

LONDRES (Reuters) – Tropas ucranianas capturaram duas vilas que ficam muito perto de Lyman, reduto da ocupação pelas forças russas, disseram autoridades nesta sexta-feira, no sinal mais claro de que a cidade pode cair em breve.

Lyman, na região de Donetsk, atua há meses como um centro de logística e transporte que ancora as operações russas no norte da região.

Sua captura seria o maior ganho de Kiev desde que uma contra-ofensiva relâmpago retomou áreas da região de Kharkiv este mês.

Em um discurso em vídeo à noite, o presidente Volodymyr Zelenskiy agradeceu às tropas por capturarem a vila de Yampil, cerca de 12 km  a sudeste de Lyman.

No início do dia, o Ministério da Defesa da Ucrânia disse que suas tropas capturaram Drobysheve, cerca de 10 quilômetros a noroeste de Lyman.

“Temos resultados significativos no leste do nosso país… todo mundo já ouviu o que está acontecendo em Lyman”, disse Zelenskiy em um discurso em vídeo.

“São passos que significam muito para nós”, acrescentou, sem dar detalhes.

O chefe do governo apoiado pela Rússia na região de Donetsk, Denis Pushilin, disse na sexta-feira que Lyman estava “semi-cercada” pelo exército ucraniano e que as notícias da frente eram “alarmantes”.

Em uma mensagem postada no Telegram, Pushilin admitiu que suas forças não controlavam mais totalmente Drobysheve ou Yampil.

Na sexta-feira, o presidente russo, Vladimir Putin, proclamou o domínio russo sobre Donetsk e três outras províncias onde Moscou tomou território durante a ao país vizinho, que já dura sete meses. As anexações foram redondamente rejeitadas pela Ucrânia e seus aliados ocidentais como ilegais e foram condenadas pelo secretário-geral das Nações Unidas.

(Reportagem de Reuters) 

Petrobras inicia fase vinculante para venda de direitos minerários de potássio

(Reuters) – A Petrobras iniciou a fase vinculante referente à venda de direitos minerários para pesquisa e lavra de sais de potássio na Bacia do Amazonas, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira.

A petroleira afirmou que os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções detalhadas sobre o processo, o que inclui orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes.

O ativo é composto por 34 títulos outorgados pela Agência Nacional de Mineração (ANM), dos quais 8 são concessões de lavra, 4 são requerimentos e 22 estão em processo de autorização de pesquisa.

(Por Rafaella Barros)

Coreia do Norte dispara novo míssil balístico, o quarto em uma semana

SEUL (Reuters) – A Coreia do Norte disparou um míssil balístico não especificado em direção à sua costa leste no sábado, disse o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul, marcando o quarto lançamento de Pyongyang em uma semana, à medida em que aumenta a tensão na península coreana.

O lançamento ocorre depois que os EUA e a Coreia do Sul realizaram o Ulchi Freedom Shield, o maior exercício militar conjunto em cerca de cinco anos, e depois que a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, visitou a Coreia do Sul nesta semana.

(Reportagem de Cynthia Kim) 

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS PB

Manati interrompe produção de gás; associação não vê lógica na parada

(Reuters) -A Enauta informou nesta sexta-feira que houve uma interrupção da produção do Campo de Manati em decorrência da redução da demanda de gás.

A petrolífera afirmou que, segundo a Petrobras, que é operadora do campo e compradora do gás produzido no local, a redução da demanda decorre da “conjuntura de oferta e demanda dos segmentos de mercado atendidos pelo gás do Campo de Manati”.

Trata-se de uma ocorrência usual da operação, de caráter temporário, sem alterações das condições contratuais, acrescentou a Enauta.

“Não obstante o retorno da produção, segundo o operador, a demanda ainda poderá permanecer em níveis reduzidos ao longo do mês de outubro”, diz o comunicado.

O gás produzido em Manati é integralmente vendido à Petrobras, sendo que o impacto financeiro da redução da produção é limitado pela obrigação de compra de volume mínimo contratado (cláusula de “take or pay”).

Até o dia 29 de setembro, a produção média diária de Manati apresentou queda de 29% quando comparada ao mês de agosto.

A Enauta detém 45% de participação do Campo de Manati, localizado na Bacia de Camamu, litoral da Bahia.

SETOR

A Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) afirmou, em nota, que a redução do volume de compra de gás nacional e a consequente interrupção da produção em Manati não têm “coerência com uma lógica econômica que interesse ao País” uma vez que a petroleira continua importando GNL (gás natural liquefeito).

Segundo a associação, a importação segue feita pelo terminal de regaseificação da Bahia “em um cenário internacional que vem elevando os preços da molécula de gás no mercado global”, em decorrência da guerra na Ucrânia, além da demanda da China e da proximidade do inverno europeu.

A entidade citou, ainda, o atraso do cronograma das obras de implantação do Projeto Integrado Rota 3, no Polo Gaslub, em Itaboraí-RJ, após rescisão do contrato da construtora da unidade de processamento de gás.

“Ou seja, a compra de gás importado em detrimento da aquisição de gás nacional, afeta diretamente a competitividade do País, penalizando distribuidoras (que concorrem com outros combustíveis) e consumidores”, disse a Abegás no comunicado.

(Por Letícia Fucuchima e Rafaella Barros; edição de André Romani e Nayara Figueiredo)

Aneel mantém bandeira tarifária verde para outubro

(Reuters) – A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) informou nesta sexta-feira que a bandeira tarifária de outubro será verde, ou seja, sem cobrança adicional sobre o consumo de energia elétrica.

A reguladora afirmou que a decisão de manter a bandeira verde significa que as condições de geração de energia no país estão boas, “sem necessidade de acionar usinas que geram energia mais cara”.

Também nesta sexta, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgou que estima um aumento de 3,9% na carga (consumo) de energia do Brasil em outubro, mas ao mesmo tempo espera chuvas acima da média histórica para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o principal do país.

(Por Rafaella Barros)

Preços da gasolina, diesel e etanol recuam pouco mais de 1% na semana, diz ANP

(Reuters) – Os preços da gasolina nos postos do país recuaram 1,4% nesta semana ante a anterior, enquanto o diesel S10 caiu 1,3%, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira pela reguladora ANP.

O preço médio da gasolina ficou em 4,81 reais o litro ante 4,88 reais na semana de 18 a 24 de setembro.

O diesel foi vendido a 6,73 reais, em média, ante 6,82 reais na semana passada.

Já o etanol hidratado apresentou uma redução de 1,2% na comparação com a semana anterior, sendo comercializado a 3,37 reais o litro, em média.

(Por Rafaella Barros)

Petrobras lança teaser para venda de rede de 8 mil km de fibra óptica onshore

(Reuters) – A Petrobras informou nesta sexta-feira que iniciou a etapa de divulgação de oportunidade (teaser) de venda de sua rede de fibra óptica onshore, com extensão de 8 mil quilômetros.

Em comunicado divulgado ao mercado, a petroleira afirmou que a rede abrange todas as regiões do país, conectando diversas capitais e regiões metropolitanas.

A companhia disse, ainda, que a venda “está alinhada à estratégia de otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da companhia”.

(Por Rafaella Barros)

Petroreconcavo informa à ANP descoberta de hidrocarbonetos em bloco da Bacia Potiguar

(Reuters) – A Petroreconcavo informou nesta sexta-feira que notificou a reguladora ANP sobre descoberta de hidrocarbonetos no Bloco Exploratório POT-T-702, da Bacia Potiguar, adquirido na 2ª Rodada de Oferta Permanente da agência.

Em comunicado divulgado ao mercado, a petroleira afirmou que A perfuração do primeiro poço no Bloco Exploratório alcançou a profundidade final de 659 metros, “constatando a existência da formação alvo com presença de hidrocarbonetos”.

Os próximos passos da companhia serão testes de formação e outros estudos, com objetivo de avaliar as dimensões da acumulação de hidrocarbonetos e seu eventual potencial de produção.

(Por Rafaella Barros)

Dona do Facebook aprova segurança pessoal a executiva que está de saída

BENGALURU, Índia (Reuters) – A Meta Platforms anunciou nesta sexta-feira que seu conselho de administração aprovou a concessão de serviços de segurança pessoal para a ex vice-presidente de operações Sheryl Sandberg, citando “contínuas ameaças à segurança dela”.

A companhia afirmou que espera continuar pagando por serviços de segurança nas casas de Sandberg e durante viagens pessoais entre outubro e final de junho do próximo ano.

Próxima do presidente-executivo da Meta, Mark Zuckerberg, Sandberg anunciou em junho sua saída da companhia após um período de 14 anos em que liderou o frequentemente criticado modelo de negócios da empresa baseado em publicidade.

Sandberg deixa de ser funcionária da Meta nesta sexta-feira, mas continuará no conselho de administração, informou a empresa.

Açúcar bruto tem pouca variação na ICE com vencimento do contrato de outubro

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os preços futuros do açúcar bruto na ICE fecharam basicamente estáveis ​​nesta sexta-feira, com o mercado focado no vencimento do contrato de outubro, enquanto as cotações do café caíram.

AÇÚCAR

* O contrato de açúcar bruto de outubro que expirou nesta sexta-feira pouco mudou, a 18,42 centavos de dólar por libra-peso.

* Os negociantes disseram que o mercado continuou a obter suporte do aperto da oferta de curto prazo com outubro sendo negociado com um prêmio considerável em relação a março.

* As entregas do contrato foram de quase 745 mil toneladas, significativamente acima do volume de cerca de 222.250 toneladas em relação ao contrato de outubro do ano passado, mas bem abaixo do recorde de 2,58 milhões licitados em 2020.

* Eles observaram que as usinas no Brasil estavam procurando usar o máximo de cana possível para produzir açúcar em vez de etanol, já que o açúcar é atualmente mais lucrativo.

* Açúcar branco de dezembro caiu 1,10 dólar, ou 0,2%, a 528,70 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O café arábica de dezembro caiu 4,15 centavos, ou 1,8%, a 2,2155 dólares por libra-peso, já que as chuvas no Brasil continuaram a melhorar as perspectivas para a safra do próximo ano no maior produtor mundial.

* O mercado continuou a encontrar algum suporte, no entanto, com o declínio dos estoques da bolsa. Os estoques de arábica certificados pela ICE em 30 de setembro caíram para 426.180 sacas – o menor patamar em 23 anos.

* O café robusta de novembro caiu 29 dólares, ou 1,3%, a 2.153 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Nigel Hunt)