Vista do prédio do Congresso Nacional em Brasília

Auxílio Brasil com valor de R$ 400,00.

O furo no teto de gastos mostra que a preocupação com a parte fiscal está sendo deixada de lado e isso gera incertezas e riscos.

O descontrole fiscal normalmente tem influência sobre uma inflação maior, fato que já vem ocorrendo. Se o investidor não se sentir seguro e tirar o dinheiro do Brasil, mais indicadores vão sofrer com a volatilidade. Dentre eles, o dólar.

A importância do controle fiscal.

É fato que o Brasil tem sua própria moeda e que a mesma tem valor. O Real, por mais que esteja desvalorizado, tem seu valor no mundo.

Para tentar manter esse valor, é importante respeitar as contas públicas, além das políticas monetárias.

Um país equilibrado precisa equilibrar as contas. Fato que não vem ocorrendo no momento. O Brasil vem conseguindo reduzir sua dívida (relação dívida PIB), uma vez que a inflação está superior à taxa de juro.

Porém, as expectativas é que o juro fique acima da inflação e assim, a dívida vai crescer em 2022.

Se o governo não der atenção à parte fiscal e todas as políticas que envolvem as contas públicas, o preço a se pagar no futuro poderá ser alto e salgado.

O que fazer?

O USD/BRL é um produto que vem sendo mencionado por diversas vezes de forma repetitiva. Mas isso tem um por que. O dólar é um ativo considerado de segurança.

Em momentos de incertezas, em crises, todos correm para o dólar, ou para títulos da dívida dos Estados Unidos.

Essa relação dólar e segurança ocorre devido a posição dos Estados Unidos no mundo. Os norte-americanos são a maior economia do mundo e lá existem as maiores empresas. Sendo que algumas empresas são líderes dos seus setores de atuação.

Portanto, é uma economia que responde facilmente a incentivos e alterações nas políticas econômicas.

Observando tudo isso, é interessante manter uma parcela do patrimônio posicionada em dólar, ou em ativos que tenham relação.

Outro ativo relacionado e que consegue gerar bom retorno (mesmo quando não há crises) é IVVB11, o ETF que segue o S&P 500.

Nesses últimos cinco dias, IVVB11 registrou valorização de 3,48%. Somado a boa rentabilidade, o ETF ainda possui em sua composição várias empresas que compõem um dos índices mais importantes do mundo, o S&P 500.

Considerando todos esses pontos, fica fácil identificar o IVVB11 como uma ótima alternativa de investimento.

Por se tratar de um produto de renda variável, é imprescindível fazer uma boa análise antes de investir e alocar uma parcela menor dos recursos, observando a volatilidade do mercado.