Bradesco voltando a cair, oportunidade à vista!

Após cair mais de 50% entre fevereiro e março de 2020, as ações do Bradesco (BBDC3) entraram em um canal de alta. O papel ficou até junho trabalhando em movimentações de alta, quando fez topo e começou a cair.

Apesar de subir mais de 90% entre a mínima e a máxima, o papel continuava trabalhando mais de 15% abaixo do preço alcançado no início de 2020.

Quando o Ibovespa começou a recuar em junho, as ações do Bradesco também passaram a trabalhar em queda. Após perder a linha de tendência de alta, o ativo caiu até o fundo anterior e começou a trabalhar em uma tendência lateral.

Conforme mostrado no gráfico semanal, após perder a média móvel de 200 períodos, o ativo fez um forte movimento de queda.

Essa movimentação afastou o preço do papel da média móvel de 20 períodos. Em seguida o preço passou a andar de lado e agora que a média chegou no preço, o ativo inicia uma nova queda.

Este padrão é conhecido como Power Breakout e é um poderoso padrão de continuação de tendência.

Na semana passada o ativo chegou a romper o fundo do retângulo, o que acionou o padrão de baixa. No gráfico são apresentados os alvos projetados pelo Power Breakout.

É interessante observar que o terceiro alvo coincide com o suporte gerado em março de 2020.

Caso as ações do Bradesco façam um forte movimento de baixa, pode ser que o papel caia até a região de preços em que estava no início da pandemia.

BBDC4 ainda não perdeu fundo!

É importante destacar que as ações preferenciais do Bradesco (BBDC4) ainda não perderam o fundo do retângulo.

Como se trata da mesma empresa, os gráficos dos dois papéis são muito parecidos. Entretanto, em certas ocasiões, existem algumas divergências, como esta que está acontecendo agora.

A liquidez das ações ordinárias (BBDC3) é muito menor do que a das ações preferenciais (BBDC4). Deste modo, seria interessante esperar até que BBDC4 também perca o fundo e acione o padrão de venda.

Esta seria uma ótima oportunidade para realizar uma operação de swing trade.

Oportunidade de compra

Investidores que buscam boas oportunidades para entrar em um papel que paga bons dividendos devem ficar atentos em Bradesco.

O papel já está em um nível de preço muito interessante, e caso venha a cair mais, ficará ainda melhor.

E isto pode ser notado observando alguns múltiplos atuais, como o Dividend Yield (D.Y), o Lucro por ação (LPA) e o Preço sobre Valor Patrimonial (P/VP).

O D.Y já está em 5,7% e caso o ativo se valorize nos próximos anos, o dividendo sobre o custo (dividend on cost) ficará ainda melhor.

O P/VP está em 1,06, ou seja, o mercado está pagando apenas 6% a mais do que o patrimônio da empresa vale. Este é o menor valor dos últimos 10 anos.

Já o LPA de 2,49 está próximo da média, que é de 2,85 e provavelmente nos próximos anos ficará maior, a medida que o banco for crescendo.

Sendo assim, o Bradesco está dando oportunidades para quem busca fazer uma operação rápida, de alguns dias ou semanas, e também para quem deseja construir renda passiva.