Dogecoin e Shiba Inu seguindo na mesma direção?

O Dogecoin foi criado em dezembro de 2013 como uma moeda “meme”, ou seja, uma espécie de brincadeira. Talvez por isso tenha ficado praticamente sete anos sem chamar a atenção. Neste ano, no entanto, ocorreram dois forte movimentos de alta que certamente despertaram a curiosidade sobre a crypto. Em fevereiro, Dogecoin fez um rali acumulando uma valorização de 1.068% em apenas duas semanas. Em abril foram mais 972% de alta, quando então a crypto fez topo e começou a cair.

É possível que toda essa movimentação em Dogecoin tenha chamado tanta atenção que outros desenvolvedores decidiram entrar na brincadeira. Em maio de 2021 foi lançada outra criptomoeda “meme” muito parecida com Dogecoin. Até o mesmo meme foi usado como referência, e que também deu origem ao nome da crypto, que é a Shiba Inu.

Shiba Inu perdeu praticamente 80% de valor logo no seu lançamento, em maio, e depois de cair ficou quatro meses andando de lado. Em outubro, o cenário foi diferente, pois a crypto iniciou um forte movimento de alta, alcançando uma valorização de 979%. Mas, de forma similar à Dogecoin, após fazer topo vem caindo continuamente.

O movimento destas cryptos foi tão parecido, que fica difícil distinguir os gráficos.

O primeiro é o gráfico diário de Shiba Inu, enquanto o segundo é o gráfico semanal de Dogecoin.

Dogecoin.

Não há como prever o futuro, ainda mais quando se trata do mercado financeiro, pois o mercado é soberano. Mas, Dogecoin não parece que irá fazer outro movimento de alta como aqueles que fez no início do ano.

Apesar de ter uma grande comunidade que apoia a moeda, seus fundamentos são “fracos”, conforme explicado no artigo “Dogecoin, ou está crescendo ou morrendo”. Além disso, os fundadores da crypto não trabalham mais para o desenvolvimento da mesma. Dessa forma, não deve ocorrer nenhuma mudança no projeto da Dogecoin.

Com a queda do Bitcoin no sábado, Dogecoin chegou a cair mais de 37%, embora tenha se recuperado na sequência. Ainda assim, a crypto já acumula uma perda de aproximadamente 76% desde o topo ao preço atual.

Observando o gráfico semanal, é notado que o ativo está se segurando em uma região de suporte. Caso esse suporte seja perdido, um novo movimento de baixa pode acontecer, levando o preço até a linha branca.

Shiba Inu.

O cenário para Shiba Inu não é muito diferente. Apesar de o projeto da crypto ter fundamentos melhores do que o da Dogecoin, o ativo vem mostrando dificuldade para cessar o movimento de queda.

No sábado, Shiba Inu também fez um forte movimento de baixa, chegando a cair cerda de 28%, mas conseguiu se recuperar e fechou sobre o suporte. Ainda assim, do topo ao preço atual, a crypto já acumula uma perda de 58%.

Assim como Dogecoin, Shiba Inu continua trabalhando sobre um suporte, que se for perdido, pode levar o ativo a um novo movimento de baixa.

Se Shiba Inu seguir os passos de Dogecoin, é possível que continue caindo por bastante tempo ainda.