Estratégia gigantesca é montada para proteção contra queda do S&P

A estratégia visa a proteção de participações acionárias contra quedas do S&P500 na magnitude de 20% durante o quarto trimestre.

A operação chamou atenção de vários analistas por causa dos elevados valores movimentados por um único agente.

“Foi uma aposta baixista de tamanho notável”, disse Alon Rosin, chefe de derivativos de ações institucionais da Oppenheimer.

Na ocasião, o trader operou com várias opções de venda (puts) e compra (calls) que combinam vários preços de exercício em uma única estratégia, chamada de put spread collar

Ao todo, as opções do S&P 500 custaram US$ 94 milhões, com vencimento em 31 de dezembro.

Para se ter em mente o tamanho da operação, caso haja execução dos contratos, o valor máximo da posição pode chegar a US$ 2,9 bilhões. Essa é a estimativa de Chris Murphy, co-diretor de estratégia de derivativos de Susquehanna.

O que é Put Spread Collar?

Put spread collar é uma estratégia sofisticada envolvendo compra e venda de opções para a proteção de uma carteira contra uma possível queda dos mercados.

Geralmente, a simples compra de uma put (opção de venda) perto do valor de exercício pode sair caro para proteger todo o portfólio. 

Neste caso, uma forma de baratear a proteção é fazer vendas de calls (opções de compra) e puts para financiar a compra de uma put perto do dinheiro.

Mais especificamente, a estrutura put spread collar é montada a partir de três operações básicas: 

  1. compra de put perto do dinheiro;
  2. venda de call perto do dinheiro;
  3. venda de put longe do dinheiro.

O lado positivo da estratégia put spread collar é que ela consegue proteger a carteira de modo efetivo contra quedas no mercado sem onerar o caixa do investidor.

Já a parte negativa é que a venda da call limita os ganhos do investidor caso o mercado suba consideravelmente.

Além disso, deve-se ter em mente que a proteção total ocorre apenas até o ponto em que as cotações do mercado não caiam abaixo do strike da put vendida.

Estratégia de proteção contra queda do S&P

Sobre a operação montada pelo trader que chamou atenção de analistas ontem, a estrutura visa uma proteção contra queda de 20% do índice S&P, enquanto limita os ganhos caso o índice suba mais do que 3%.

A ordem envolvia a venda de calls com o strike (preço de exercício) de 4.505, a compra de puts de 4.135 e a venda de puts a 3.480, todas com vencimento em 31 de dezembro. 

Resumindo, por trás da aposta, provavelmente há a crença de que as ações subiram demais nos últimos tempos e que o movimento de alta não deve se manter.

Dessa forma, o cenário traçado pelo trader é de que o crescimento do S&P500 seria limitado a 4.505 pontos, enquanto que as quedas são previstas para ocorrer na magnitude de até 20%.