EUR/USD Acelera Baixa

EUR/USD Acelera Baixa

O EURUSD está em tendência de queda há algum tempo, sendo que no fim da semana passada, o par testou a área de suporte 1.143, onde o mercado encontrou compradores e iniciou um movimento de retração, o preço subiu e voltou a superar o nível 1.15, a correção não foi muito longe, e na abertura dessa semana, após o governo italiano declarar que aumentariam o déficit das contas daquele país, impactou negativamente no euro, e o EURUSD retomou a baixa, e caminhou para um desafio do nível 1.143.

Esse movimento descendente pode se estender, pois neste momento a situação fiscal da Itália, que é a terceira economia da zona do euro, está aumentando o risco e a incerteza em relação a moeda comum, sendo assim, o mercado está em modo de baixa, e tem uma boa probabilidade dos vendedores continuarem pressionando a cotação para um teste da mínima do ano atual, no nível 1.13.

Veja o gráfico diário do EURUSD:

Veja o gráfico diário do EURUSD:

Não há motivos para acreditarmos em uma recuperação a partir da área atual, do jeito que a situação se encontra, no que se refere à Itália, e um fechamento do preço abaixo de 1.143 indicará que vendedores estão controlando o mercado. Então, no caso de um fechamento diário abaixo do nível de suporte citado, os vendedores podem continuar buscando topos mais baixos nessa tendência de queda, já que a continuidade da tendência está na mesa.

Analisando o gráfico diário do EURUSD, a EMA10 (vermelha) está inferior a EMA20 (azul), o que indica tendência de queda no par, o MACD está menor que a linha zero e diminuindo, indicando que os vendedores estão controlando o mercado, o Estocástico está no sobrevendido o que sugere um movimento estendido, portando de forma geral, os indicativos técnicos são de possível continuação da queda.

Published by

Renan Raminelli

Renan Raminelli nasceu em 14 de outubro de 1982 em São Paulo. Renan graduou-se em Administração de Empresas pela UNESP, com especialização em Agribusiness. Assíduo acompanhador de assuntos econômicos, durante a Universidade realizou workshops sobre o mercado financeiro, e iniciou suas operações no mercado de capitais em 2007, com a compra de ações blue-chip brasileiras na Bolsa de Valores de São Paulo, com o passar do tempo migrou para o mercado Forex. Antes de vir para a Alpari, possuía oito anos de experiência nos mercados financeiros, focado em negociação técnica, análise fundamental e psicologia da negociação, dando grande importância emter um sistema de negociação e permanecer com ele e fatores psicológicos, considerando disciplina, paciência, previsibilidade e probabilidade, para melhorar a consistência e se tornar um trader melhor.