Prédio do BC em Brasília

IBC-BR abaixo das expectativas

Enquanto as expectativas apontavam para uma queda de 0,05%, o índice referente setembro veio com 0,15% de redução.

Com uma retração maior, a expectativa para o PIB de 2021 pode sofrer alguma correção. Vale destacar que o IBC-BR abaixo das expectativas não é uma definição do PIB, mas é um sinal de alerta.

Com uma retração maior na economia, o que esperar?

A redução no índice IBC-BR está ligada à atividade econômica, que por sua vez pode influenciar o crescimento do PIB de 2021. Ou seja, uma queda superior àquela imaginada, pode acabar contribuindo para um PIB menor.

O PIB menor vai trazer mais preocupações com relação à economia brasileira, inclusive com questões fiscais.

Um crescimento menor tem tudo para influenciar em menos arrecadação que por sua vez pode desencadear para uma dívida pública maior.

Se o juro alto funcionar para reduzir a inflação em 2022, a dívida brasileira vai aumentar. Sob influência da Selic mais alta, os encargos da dívida tendem a subir e isso vai gerar mais gastos com a dívida.

Por isso, o PIB é um indicador muito importante. Caso o PIB não venha conforme as expectativas, o cenário pode ser difícil para o Brasil.

Oportunidades de investimento

Com a escalada dos juros, a renda fixa vem ganhando muita atenção dos investidores, mas, a renda variável também deveria chamar atenção.

Se todos vão para a renda fixa à procura da segurança e de boas rentabilidades, o investimento na renda variável deve chamar atenção pelos preços atraentes.

Considerando que a economia funciona em forma de ciclos, com momentos de alta e outros de queda, o momento atual pode ser considerado de manutenção ou queda.

O Ibovespa vem registrando queda de 3,72% em 2021, sendo que comparado ao pico do índice, ou seja, do ponto mais alto que o índice chegou, o Ibovespa está 12,5% abaixo.

Portanto, há uma boa caminhada para o índice se recuperar. Além do Ibovespa, outro índice que chama atenção é dos fundos imobiliários, ou IFIX.

Em 2021 o IFIX vem caindo 4,18%, sendo que em 2020, o índice chegou a perder 9,44%. Se o índice permanecer assim, o IFIX vai fechar dois anos em queda, fato que vem abrindo ótimas oportunidades de investimento.

Vale destacar que o IFIX chegou a alcançar a cotação de 3.253 pontos no início de 2020, hoje o índice de fundos imobiliários possui 2.747 pontos. Se o IFIX conseguir voltar ao pico de 2020, o índice pode gerar um ganho de aproximadamente 16%.