Atividade fabril na China se contrai em meio a lockdown em Xangai, mostra PMI

PEQUIM (Reuters) – A atividade fabril da China contraiu-se a um ritmo mais acentuado em abril, com os amplos lockdowns impostos para conter a Covid-19 reduzindo a produção e afetando as cadeias de abastecimento, mostrou uma pesquisa oficial neste sábado.

O índice oficial PMI da manufatura caiu de 49,5 em março para 47,4 em abril, em um segundo mês consecutivo de contração, disse o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS). A marca de 50 pontos separa a contração do crescimento em uma base mensal.

Uma pesquisa da Reuters esperava que o PMI diminuísse para 48.

Dezenas de grandes cidades da China estão em bloqueio total ou parcial, incluindo o centro comercial de Xangai, estimulando mais analistas a cortar as previsões de crescimento para a segunda maior economia do mundo.

(Reportagem de Stella Qiu, Min Zhang e Ryan Woo)