Homens observam anúncios de emprego em rua no centro de

Indicador Antecedente de Emprego do Brasil Indica em Maio Continuidade da Recuperação, Diz FGV

O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, teve alta de 4,7 pontos em maio e chegou a 83,4 pontos.

“A melhora nas expectativas para o mercado de trabalho tem sido influenciada pela flexibilização das medidas restritivas e do avanço do programa de vacinação”, explicou o economista da FGV Ibre Rodolpho Tobler em nota.

“O cenário para os próximos meses parece ser de continuidade dessa retomada, mas ainda de maneira gradual e com alguns riscos, em especial, o de novas ondas da pandemia”, alertou ele.

Os dados mostram ainda que, dos sete componentes do IAEmp, seis deram contribuição positiva para o resultado do mês. A principal veio do indicador de Situação Atual dos Serviços, de 2,2 pontos, ou 47%, para a alta do indicador agregado.

No mês de maio, apenas o indicador de Tendência de Negócios da Indústria contribuiu de forma negativa para o resultado.

 

(Por Camila Moreira)