Ex-presidente dos EUA, Donald Trump

Mandado de busca contra Trump permitiu apreensão de evidências de itens possuídos ilegalmente, segundo Fox News

(Reuters) – Um mandado de busca na casa de Donald Trump na Flórida no início desta semana deu a agentes federais norte-americanos autoridade para apreender documentos e registros que constituíssem evidências de itens possuídos ilegalmente, informou a Fox News.

O mandado deu aos agentes autoridade para apreender “todos os documentos físicos e registros que constituam provas, contrabando, frutos do crime ou outros itens ilegalmente possuídos” em violação ao Código dos EUA, incluindo documentos com marcações de classificação e registros presidenciais criados entre 20 de janeiro de 2017 e 20 de janeiro de 2021, informou a Fox News, citando documentos revisados.

Em separado, advogados de Trump informaram ao governo que o ex-presidente não se oporá à liberação pública do mandado de busca, disse o Departamento de Justiça dos Estados Unidos em um processo judicial nesta sexta-feira.

(Reportagem de Kanishka Singh e Rami Ayyub)