Colheita de soja em Estación Islas, Argentina

Milho da Argentina começa estágio importante de desenvolvimento, diz bolsa

Por Maximilian Heath

BUENOS AIRES (Reuters) – O milho plantado antecipadamente na Argentina deu início a estágios importantes de desenvolvimento, durante os quais a produtividade é determinada, com “boas expectativas” graças às chuvas recentes, disse a bolsa de grãos de Buenos Aires nesta quinta-feira.

A bolsa espera que a safra de milho de 2021/22 da Argentina chegue a recorde de 55 milhões de toneladas. O país sul-americano é o segundo maior exportador mundial de milho.

“A melhora nos níveis de umidade do solo permite que a fase crítica (para o milho) no seio da região agrícola do país comece com boas expectativas”, disse a bolsa em seu relatório semanal.

Os agricultores plantaram 29,2% da área prevista, acrescentou.

Em relação ao trigo, a bolsa de Buenos Aires informou que as altíssimas temperaturas registradas nas últimas semanas podem afetar a produtividade das plantas da região sul da província de Buenos Aires. No entanto, não mudou sua estimativa de uma safra recorde de 19,8 milhões de toneladas para a atual temporada de 2021/22.

Os agricultores colheram 17,6% das terras plantadas com trigo na Argentina, de acordo com o relatório.

(Reportagem de Maximilian Heath)