Previsões de inflação do BCE estão sujeitas a riscos tanto de baixa quanto de alta, diz Visco

MILÃO (Reuters) – As previsões do Banco Central Europeu de que a inflação na zona do euro ficará abaixo de 2% em 2023 e 2024 estão expostas a riscos baixistas e não apenas altistas, disse o membro do Conselho do BCE Ignazio Visco, em entrevista publicada nesta quinta-feira.

Neste mês, o BCE elevou suas projeções de inflação acima de sua meta de 2% para este ano e em 2022, e previu que a inflação cairá abaixo desse valor nos próximos dois anos.

No entanto, durante a reunião de política monetária de dezembro, várias autoridades questionaram as projeções do BCE, argumentando que o banco está subestimando o risco de que o crescimento dos preços permaneça acima da meta de 2%.

“As previsões (de inflação) abaixo de 2% em 2023-24 estão, é claro, sujeitas a riscos tanto de baixa quanto de alta”, disse Visco, que também é presidente do banco central da Itália, ao jornal italiano La Stampa.

Visco disse que no momento não se conhece o impacto final da variante Ômicron do coronavírus, que se espalhou pela Europa, sobre a economia da zona do euro.

Em relação ao Pacto de Estabilidade da União Europeia, Visco disse que a sustentabilidade dos orçamentos públicos é crucial tanto no bloco como um todo como em cada Estado-membro, acrescentando que seria útil ter um ministro da Economia da zona euro ou da UE.

(Por Sara Rossi)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2838))

REUTERS PVB IV