Receita da Caramuru sobe 12,6% no 2º tri; empresa tem originação recorde de milho

(Reuters) – A processadora brasileira de grãos e oleaginosas Caramuru Alimentos registrou um aumento de 12,6% em sua receita líquida no segundo trimestre ante o mesmo período de 2021, para 2,23 bilhões de reais, informou a empresa em balanço publicado no final de semana, destacando uma originação recorde de milho no período.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) ajustado no período foi de 158 milhões de reais, um recuo de 19,5% na comparação anual, em meio a uma redução de 8,8% no volume total vendido entre abril e junho, para 559.464 toneladas.

“Os riscos externos deram a tônica global, principalmente os desencadeados pela guerra na Ucrânia e os impactos nas cadeias de valores das principais commodities, aliados ainda aos temores de inflação ao redor do mundo e uma recessão mais iminente nos Estados Unidos”, resumiu a Caramuru sobre o trimestre, no relatório divulgado ao mercado.

Considerando-se só as vendas de commodities, o recuo no volume foi mais expressivo, de 16,6%, para 180,3 mil toneladas.

A receita oriunda do grupo commodities diferenciadas (com maior valor agregado), no entanto, apresentou um crescimento de 11,9% no trimestre, totalizando 788 milhões de reais.

ORIGINAÇÃO

Na área de originação, a companhia movimentou quase 400 mil toneladas no segundo trimestre, alta de 44,1%, impulsionada pelo milho.

A soja ainda respondeu pela maior parte da originação a Caramuru, com 232,9 mil toneladas (+0,6%), mas o milho ganhou espaço somando 152,4 mil toneladas (+280,7%).

Os volumes de girassol subiram 186,7%, para 12 mil toneladas.

A companhia destacou, em comunicado ao mercado, a safra recorde de soja em Goiás, e disse que espera um aumento na originação de girassol na safra deste ano ante 2021 e na safra de inverno de milho, que deverá bater recordes de produção novamente.

(Por Rafaella Barros)