Placa sinaliza estação de metrô de Wall Street, em Nova York

Wall St tem baixa com temor de aumentos agressivos dos juros

Por Ankika Biswas e Shreyashi Sanyal

(Reuters) – Os principais índices de Wall Street caíam nesta quinta-feira devido a temores sobre a inflação crescente e o ciclo agressivo de alta de juros do Federal Reserve, enquanto as ações da Tesla recuavam devido a preocupações com o financiamento da proposta de compra do Twitter por Elon Musk.

Antes de cair, os mercados se reconfortaram brevemente com os dados que mostraram um aumento nas reivindicações semanais de auxílio-desemprego nos EUA, uma vez que elevaram as esperanças de que o Fed poderia moderar seus rápidos aumentos dos juros.

No entanto, o presidente do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, disse que o banco central norte-americano está longe de poder pausar seus aumentos agressivos da taxa de juros.

Os dados mostraram que o número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego aumentou mais do que o esperado na semana passada, mas o mercado de trabalho continua apertado, mesmo com a demanda por mão de obra esfriando em meio aos juros mais altos.

Enquanto isso, a Tesla Inc caía 1,9%, já que a Apollo Global Management Inc e a Sixth Street Partners, que tentavam fornecer financiamento para o acordo de 44 bilhões de dólares de Musk com o Twitter, não estão mais em negociações com o bilionário.

Todos os principais setores do S&P 500, com exceção de energia, caíam nesta quinta-feira.

Dados sobre a criação de empregos fora do setor agrícola dos Estados Unidos e a taxa de desemprego, a serem publicados na sexta-feira, serão o foco de investidores para avaliar os futuros aumentos de juros do Fed.

Às 12:11 (de Brasília), o S&P 500 perdia 0,72%, a 3.755,98 pontos, enquanto o Dow Jones caía 0,53%, a 30.112,57 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,23%, a 11.123,14 pontos.

(Reportagem de Ankika Biswas e Shreyashi Sanyal em Bengaluru)