ENFOQUE-Pecuaristas dos EUA Apostam em Novas Fábricas de Carne Após Pandemia e Ataque à JBS

Por Tom Polansek

Um ataque cibernético contra a unidade norte-americana da gigante brasileira JBS, que paralisou quase um quarto da produção de carne bovina dos EUA neste mês, voltou a ressaltar as vulnerabilidades da cadeia de oferta de carnes do país, causando mais dores de cabeça aos produtores.

Os pecuaristas, assim como o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês), afirmam que o setor está muito consolidado e, dessa forma, depende de apenas alguns grandes processadores e de seus frigoríficos industriais.

Quatro gigantes do setor –JBS USA, Tyson Foods, Cargill e National Beef Packing Company– são responsáveis pelo abate de 85% do gado engordado com grãos, transformando-o em bifes, costelas e assados para os consumidores.

As fábricas de carne de menor porte e “startups” têm o objetivo de fornecer aos pecuaristas locais mais espaços para o abate do gado, especialmente aquele criado para produção de carne de maior qualidade. Segundo elas, o aumento no número de plantas pode garantir que parte da produção seja mantida caso grandes instalações venham a fechar.

Quando grandes frigoríficos fecham, a oferta de carne diminui e os produtores ficam “presos” com o gado que teria sido abatido. Isso significa que o preço do gado geralmente cai, enquanto o preço da carne nos supermercados sobe.

As longas paralisações em alguns dos maiores abatedouros dos EUA devido a surtos de Covid-19 afetaram a produção de carnes na primavera de 2020 (no Hemisfério Norte), resultando na imposição de limites para as compras por consumidores em supermercados e em uma redução nos estoques congelados, que os processadores ainda precisam reabastecer.

Rusty Kemp notou a necessidade de mais capacidade de processamento após um incêndio em uma fábrica da Tyson Foods em Holcomb, no Kansas, em 2019, que levou os consumidores de carne a lutar por suprimentos e deixou produtores de gado sem ter para onde vender seu gado. Em seguida, ocorreram a pandemia e o ataque “ransomware” à JBS.

Agora, Kemp planeja inaugurar no outono deste ano uma fábrica de carne bovina de 300 milhões de dólares no Nebraska.

“Achamos que o incêndio em Holcomb havia sido um desastre absoluto, mas então a Covid apareceu e Holcomb passou a não parecer mais tão ruim”, disse ele.

A fábrica de Kemp, batizada de Sustainable Beef, vai abater 1.500 cabeças de gado por dia e utilizar a tecnologia de blockchain para que os consumidores possam rastrear cada corte de carne até a fazenda, afirmou ele.

A Sustainable Beef tem como coproprietários produtores de gado que fornecerão animais à fábrica para abate, em vez dos grandes frigoríficos, acrescentou Kemp. Ele contratou ex-executivos da Cargill –uma das maiores processadoras de carnes– como consultores, devido a seu expertise.

Kemp afirma, porém, que não está tentando entrar em conflito com os quatro grandes frigoríficos do país, e que fábricas maiores são necessárias para produzir grandes volumes de carne.

“Precisamos absolutamente de mais capacidade e mais ‘players'”, disse.

MAIS ESPAÇO PARA ABATE

Em todo o país, pelo menos cinco novas instalações de processamento de tamanhos variados foram inauguradas ou têm planos de abertura após os choques de oferta vistos no início da pandemia. Considerando expansões em fábricas já existentes, incluindo uma da JBS, a capacidade de abate diário dos EUA deve aumentar em cerca de 5%, de acordo com cálculos da Reuters e dados do Instituto Norte-Americano de Carnes.

As condições de mercado são favoráveis para novos participantes. A oferta de gado é ampla, enquanto os preços da carne bovina e as margens de lucro dos frigoríficos dispararam devido às fortes exportações e à demanda dos consumidores norte-americanos.

Em Butler, Missouri, Todd Hertzog e sua família inauguraram a Hertzog Meat Company neste mês, após estudarem o projeto por cinco anos.

Embora a fábrica de 3,75 milhões de dólares abata apenas cerca de 20 cabeças de gado por dia, ela atende a fazendeiros próximos que desejam produzir carne bovina de alta qualidade, disse Hertzog, que administra a operação.

“A pandemia abriu nossos olhos para as necessidades dos produtores locais”, afirmou ele.

As interrupções de produção durante a pandemia levaram Cliff Welch a iniciar a construção de uma fábrica de processamento de carne na região de Central City, Kentucky, a um preço de mais de 1,2 milhão de dólares. O ataque cibernético à JBS reforçou a decisão de Welch de construir a instalação, com inauguração prevista para o final de 2021, disse ele.

Welch pretende começar com o abate de 75 cabeças de gado por semana, mas vê capacidade de abater 300 cabeças por semana eventualmente. Ele disse que vai produzir cortes personalizados de carne usando o “açougue à moda antiga”, e planeja vendê-los localmente.

“Estou começando do zero”, disse Welch. “É um grande empreendimento.”

Welch acrescentou ter recebido uma doação de 250 mil dólares do Kentucky para o projeto.

 

Governo Não Prevê Racionamento de Energia, Diz Ministro, que Pede Economia

Por Marta Nogueira

As afirmações vêm em momento em que o governo trabalha em diversas frentes para garantir o abastecimento elétrico do país, diante de uma grave crise hidrológica, após o país ter registrado a pior estação chuvosa para as hidrelétricas em mais de 90 anos.

“Não trabalhamos com a hipótese de racionamento”, declarou o ministro.

Dentre as medidas preventivas em curso para evitar falta de energia, o Organizador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou anteriormente flexibilização das restrições hidráulicas nas bacias dos rios São Francisco e Paraná, aumento da geração térmica, importação de energia da Argentina e do Uruguai, dentre outras.

Mas algumas medidas acabam por elevar o preço da energia ao consumidor, conforme pontuou Albuquerque nesta quinta-feira.

“No momento, em face da escassez hídrica, gerações de energia como térmica e outras vão aumentar o custo ao consumidor…”, acrescentou, citando que o governo tem que despachar eletricidade mais cara para compensar o baixo nível das hidrelétricas.

Albuquerque disse ainda, em entrevista à Globonews, que a capitalização da Eletrobras, cujo projeto está pautado para ser votado nesta quinta-feira no Senado, é importante para que consumidores tenham menores custos.

CAMPANHA PARA ECONOMIZAR

Embora tenha negado um racionamento de energia, o ministro chamou a atenção para a necessidade de se economizar eletricidade. Além disso, disse que uma campanha do governo para economia e uso consciente de energia, iniciada em dezembro, está sendo intensificada.

“Se sai de um ambiente, desliga a luz. Se pode não ligar o ar condicionado, não ligue o ar condicionado, procure usar a energia em casos extremamente necessários”, destacou.

“Temos todos que ter essa consciência para que não só economizemos no sentido do uso de energia, mas também na conta que vamos pagar no fim do mês.”

Além de trabalhar junto ao setor de comunicação do governo para a ampliação da campanha para uso consciente da energia, o ministério conversa ainda com associações de consumidores e distribuidores de energia para que haja informações na conta de luz, com orientações em prol da redução do consumo.

 

(Por Marta Nogueira)

Fed Está Prestes a Trocar de Marcha. Desta Vez Poderá Ser Diferente

Por Ann Saphir

Embora as autoridades ainda não tenham chegado a um acordo sobre um plano, a maioria espera que até o final de 2023 elas tenham aumentado a taxa de juros pelo menos duas vezes em relação ao atual nível quase zero, mostram as projeções publicadas na quarta-feira. Oito das 18 autoridades do Fed esperam pelo menos três aumentos nos juros até então.

E embora o Fed não tenha feito previsões sobre seu programa mensal de compra de títulos de 120 bilhões de dólares – que, junto com os juros baixíssimos, está mantendo os custos dos empréstimos baixos e apoiando o crescimento econômico – as autoridades disseram que vão reduzir o programa antes de começar a elevar os juros.

Após a Grande Crise Financeira, demorou dois anos completos para o anúncio formal em dezembro de 2013 da redução das compras de títulos para o primeiro aumento da taxa de juros. A redução das compras se encerrou em 10 meses e deixou a economia com mais de um ano para se preparar para custos de empréstimos mais elevados. Demorou mais um ano entre a primeira e a segunda elevação dos juros.

Desta vez, é mais provável que o Fed comece uma redução em janeiro, de acordo com pesquisa da Reuters. Ter dois aumentos dos juros até o final de 2023, conforme as projeções, encurtaria substancialmente o caminho para a transição da redução gradual para a subida das taxas, e os aumentos nas taxas também são projetados para virem mais rapidamente.

 

 

NA MESMA PÁGINA QUE OS MERCADOS?

Isso não quer dizer que a troca de marcha, do afrouxamento da política monetária para um aperto lento, seja iminente.

A economia, observou o chair do Fed, Jerome Powell, na quarta-feira, ainda tem “um caminho” a percorrer antes que a economia se recupere o suficiente para que o Fed comece a reduzir as compras mensais de títulos. E o momento da decolagem nem está em discussão, disse ele.

A principal mensagem das projeções do Fed, disse Powell, é que “muitos participantes estão mais confortáveis com o fato de que as condições econômicas na orientação futura do comitê (de política monetária) serão atendidas um pouco mais cedo do que o esperado”.

Isso, acrescentou ele, “será um desenvolvimento bem-vindo: se tais resultados se materializarem, significa que a economia terá progredido mais rapidamente em direção aos nossos objetivos”.

Também será diferente da última vez, quando a economia, ao se recuperar da crise financeira de 2007-2009, normalmente ficava aquém das projeções que as autoridades do Fed traçavam a cada trimestre.

Powell disse que o Fed irá, a partir de sua reunião no mês que vem, começar a avaliar se a economia progrediu o suficiente em direção à meta de inflação de 2% e pleno emprego para justificar a redução das compras de títulos, e será “ordeiro, metódico e transparente”.

Isso é mais uma diferença do último projeto.

“Em 2013, foi o Fed iniciando a conversa sobre reduzir, e os mercados foram pegos de surpresa”, disse Ellen Gaske, economista da PGIM Fixed Income. Desta vez, disse ela, “está claro que os mercados e o Fed estão em grande parte na mesma página”.

Em Evento de Produção Alimentícia, Guedes Destaca Necessidade de Medidas para Abertura de Vagas e Elenca Desafios

Por Gabriel Ponte

Guedes, que participou de Fórum da Cadeia de Abastecimento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), também afirmou que o governo precisa apoiar tanto o abastecimento, como também a compra pela pequena agricultura familiar, sob o lado da produção alimentícia.

“E, para isso, é preciso ter mão de obra barata. O Brasil tem uma arma de destruição em massa de empregos, que são os encargos sociais e trabalhistas, nós precisamos atacar isso”, afirmou o ministro em sua participação remota.

Ele também classificou o governo como uma “equipe muito unida”, que trabalha para tentar manter a cadeia produtiva funcionando.

DESAFIOS

Em sua participação em painel, Guedes ainda elegeu a rastreabilidade, sanidade e combate ao desperdício como os principais desafios que o país terá de enfrentar para tornar-se “celeiro do mundo”, sob o aspecto da produção e exportação de produtos alimentícios.

“Não pode o celeiro do mundo ser o país onde há fome. Do nosso lado, temos que fazer políticas sociais que permitam que os mais frágeis e vulneráveis sejam incorporados na cadeia produtiva ou amparados socialmente, mas de qualquer forma notamos desperdício no Brasil não só desde a produção, mas até chegar ao nosso supermercado e até chegar às nossas mesas.”

Guedes também afirmou que os marcos regulatórios que o governo quer modernizar, passando por ferrovias à cabotagem, serão responsáveis por permitirem ao país tornar-se “celeiro do mundo”. “Nós precisamos transportar todo esse excesso de produção, que teremos, para os países mais distantes.”

PROGRAMAS SOCIAIS

Falando previamente no mesmo evento, o ministro da Cidadania, João Roma, também afirmou que o governo apresentará, “em um curto intervalo de tempo”, um fortalecimento de seus programas sociais, que têm contribuído no enfrentamento à pandemia da Covid-19 e no aquecimento da atividade econômica.

“Visamos, inclusive, nesse novo programa social fortalecer esse quesito da aquisição de alimentos, mas também na produção e efetiva distribuição de alimentos de forma capilar”, detalhou Roma.

Já Guedes, em suas falas, também pontuou que o país já possui a matriz energética “mais limpa do mundo”, mas, para mantê-la, faz-se necessária a rastreabilidade, garantindo a checagem da sanidade e a preservação do que classificou como “universo verde” sob o aspecto da produção.

“Eu adicionaria energia e infraestrutura como necessidades econômicas, também, para que seja possível aumentar essa produção e, ao mesmo tempo, aumentar o escoamento do campo para as cidades”, complementou.

O ministro também destacou que, em meio à pandemia da Covid-19, a agricultura “preservou os sinais vitais” da economia doméstica, ressaltando a exportação para países asiáticos, com crescimento de 40%, principalmente para a China.

“Você vê que nós precisamos, realmente, dessa infraestrutura e de toda essa capacidade logística de levar nossa produção para o resto do mundo. Sofremos um impacto relativamente pequeno dessa quebra de cadeias produtivas globais durante a pandemia porque a nossa vantagem comparativa estava na agricultura”, disse, destacando que o país estava pouco integrado industrialmente.

China Anuncia Novas Regras para Índices de Preços de Commodities a partir de Agosto

Por Dominique Patton

As medidas, que entrarão em vigor em 1º de agosto, vão padronizar as formas como os índices de preços são compilados e melhorar a transparência em torno da divulgação de informações, disse a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, na sigla em inglês) em sua conta oficial no WeChat.

Os mercados de commodities da China são atendidos por diversos fornecedores de índices, em sua maioria privados, que vendem dados sobre os preços de importantes matérias-primas, como grãos, metais e petróleo, para operadores e analistas.

Em alguns casos, os dados sobre os preços são utilizados para liquidar transações físicas das commodities.

Pelas novas regras, os fornecedores de índices de preços precisarão ser independentes das partes diretamente interessadas nos mercados de commodities e serviços cobertos pelo índice. As informações sobre os fornecedores e os métodos utilizados no desenvolvimento e formulação dos índices também deverão ser totalmente divulgados.

A comissão acrescentou que as autoridades chinesas terão o direito de avaliar o “compliance” perante às regras e tomar medidas disciplinares em caso de descumprimento.

(Reportagem de Dominique Patton; reportagem adicional de Min Zhang)

Minério de Ferro Avança na China Diante de Firme Demanda por Produção de Aço

A maior fabricante de aço do mundo produziu 99,45 milhões de toneladas do produto bruto em maio, de acordo com dados do departamento local de estatísticas.

Em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, um porta-voz do órgão estatal de planejamento disse que, com o desenvolvimento da economia chinesa, a demanda por aço ainda tem espaço para crescer durante o 14º Plano Quinquenal do país.

Os contratos futuros mais negociados do minério de ferro, para entrega em setembro, fecharam em alta de 1,0%, a 1.224 iuanes (190,31 dólares) por tonelada.

Os futuros do carvão coque na bolsa de Dalian saltaram 2,3%, para 2.010 iuanes/tonelada, enquanto o coque teve alta de 1,6%, a 2.754 iuanes por tonelada.

Os preços do vergalhão de aço e da bobina laminada a quente na bolsa de futuros de Xangai também se recuperaram de perdas iniciais na sessão.

(Reportagem de Min Zhang e Dominique Patton)

Energia e Serviços Pressionam Inflação na Zona do Euro em Como Esperado

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, confirmou que a inflação nos 19 países que usam o euro subiu 0,3% em relação ao mês anterior e 2,0% na comparação anual, como estimado mais cedo.

O BCE quer manter a inflação abaixo, mas perto de 2%.

Os preços da energia contribuíram com 1,9 ponto percentual para o dado anual e serviços com 0,45 ponto. Alimentos, álcool e tabaco acrescentaram 0,15 ponto.

Sem os componentes mais voláteis de energia e alimentos, ou o que o BCE chama de núcleo da inflação, os preços subiram 0,2% em maio sobre abril e 0,9% na comparação anual.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Fed Puxa Alta dos Juros para 2023

Por Howard Schneider e Ann Saphir

As novas projeções apontam para uma maioria das 11 autoridades do banco central programando um aumento de pelo menos dois quartos de ponto percentual nas taxas de juros para 2023, mesmo com as autoridades, em comunicado, prometendo manter a política de apoio por enquanto para encorajar uma recuperação contínua dos empregos.

“O progresso na vacinação reduziu a disseminação da Covid-19 nos Estados Unidos”, disse o banco central dos EUA em um comunicado após sua última reunião de política monetária, uma mudança substancial para uma instituição que condicionou a política monetária ao longo dos últimos 14 meses no combate à pandemia.

Brasil Supera 500 mil Conexões de Energia solar de Geração Própria, Diz Associação

Desde 2012, o setor de geração com placas em telhados e pequenos terrenos é responsável pela atração de 29 bilhões de reais em investimentos ao país e está em ascenção.

No entanto, somente 0,7% dos consumidores faz uso do sol para produzir eletricidade, ressaltou a entidade em nota.

Considerando que os brasileiros contam com um dos melhores “recursos solares” do mundo e passam por uma crise hídrica que inflacionou os custos com energia, a associação defende o Projeto de Lei (PL) nº 5.829/2019, que cria um marco legal para a modalidade solar.

“Fortalecerá a segurança de suprimento elétrico em tempos de crise hídrica, bandeira vermelha na conta de luz pelo uso de termelétricas fósseis e risco de racionamento”, afirmou a entidade.

“Com 5,8 GW em operação nos telhados e fechadas de residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos do Brasil, a geração própria de energia solar já equivale a mais de um terço da potência instalada de Itaipu”, acrescentou no comunicado o CEO da Absolar, Rodrigo Sauaia.

 

(Por Nayara Figueiredo)

Leilão 80 de Biodiesel do Brasil Tem Maior Volume e Queda de Preço, Diz Abiove

O leilão 80 –assim como o 79– foi realizado para uma mistura de 10% de biodiesel no diesel, após o governo decidir reduzir temporariamente em três pontos percentuais o “mix” citando preços altos do óleo de soja, matéria-prima que responde por mais de 70% do produção do biocombustível.

“Esse desempenho sinaliza que a indústria do biodiesel tem plena capacidade para aumentar a produção no Brasil gerando empregos, renda, segurança energética e contribuindo com a produção de farelo proteico, além de reduzir as emissões de poluentes”, disse o economista-chefe da Abiove, Daniel Furlan Amaral, em nota.

Procurada, a reguladora ANP não comentou os resultados do leilão, acrescentando que, pelo cronograma, a homologação deverá ocorrer em 30 de junho.

A Abiove citou que o volume adquirido pelas distribuidoras no leilão 80 representa uma queda de 13% sobre o comercializado na licitação para atender o bimestre julho/agosto de 2020, quando a mistura obrigatória estava em 12%.

Mas a Abiove destacou que, a despeito de o total arrematado ter aumentado 5% em relação ao leilão 79, houve sobreoferta de 355,5 mil litros, “volume mais que suficiente para que o Brasil adotasse o B13 ainda nesse bimestre”.

A Abiove disse que a queda no valor do biodiesel seguiu redução dos preços das matérias-primas em moeda nacional –a decisão do governo de reduzir temporariamente a mistura obrigatória se deu considerando interesses dos consumidores relacionados a preços.

A associação afirmou também que, enquanto o preço do biodiesel cai, o petróleo segue aumentando, atingindo nesta semana 73 dólares por barril, maior nível em dois anos, com possíveis reflexos no preço do diesel brasileiro.

Se está destinando menos óleo de soja para biodiesel, a indústria está ampliando as exportações das matérias-primas do biocombustível, reduzindo o processamento interno.

Com base nos resultados do leilão 80, as usinas brasileiras de biodiesel terão capacidade ociosa de 40,2% durante julho e agosto, índice que pode chegar a cerca de 60% nas regiões Sudeste e Nordeste, comentou a associação.

 

(Por Roberto Samora)