Gostava que o meu Trading Fosse Automático, mas Qual será a Melhor Opção: Robots ou Sinais?

Em primeiro lugar quem estiver interessado nestas opções deve acima de tudo ter uma perfeita noção do seu nível de experiência e decidir em função disso, pois, se por um lado é verdade que grande parte do material que encontramos tem apenas como finalidade vertentes comerciais, por outro lado é também verdade que ainda assim é possível encontrar algum material de qualidade de alguns Traders que realmente estão focados em apresentar bons resultados obtidos diretamente da negociação no mercado.

Por questões técnicas, se compararmos a simplicidade da colocação em prática de ambas as operativas, diria que os sinais são mais práticos e fáceis de seguir do que propriamente ativar um robot, ainda assim, esta segunda opção, com mais algumas horas de dedicação, poderá também estar facilmente ao alcance de qualquer pessoa.

Para ambas as situações, no momento da escolha, qualquer investidor deve prestar especial atenção ao histórico dos resultados, pois deve-se privilegiar sempre track records com mais histórico. Para além disso evitar cair na tentação de observar apenas as estratégias com altas rentabilidades, na medida em que a larga maioria que se podem encontrar nessas condições geralmente também são acompanhadas por grandes percentagens de drawdown, a menos que o investidor esteja disposto a correr esses riscos. Considero mais apropriado e conveniente estratégias mais equilibradas, com rentabilidades interessantes e com drawdown psicologicamente mais fáceis de suportar.

O custo da aquisição também é um fator que se deve ponderar ao decidir. É necessário, em função do capital que o investidor tem disponível para aplicar, fazer uma estimativa do lucro líquido e eventualmente, para aqueles que vão operar com menos capital, ver qual a opção mais vantajosa, cuja recuperação do investimento seja mais rápida e que ofereça “garantias” de melhores resultados no futuro.

Convém ainda ter em mente que para ambos os casos os resultados estarão sempre dependentes de outras pessoas e programas que raramente conhecemos, e que por isso pode de certa forma limitar a confiança de qualquer um. Mais uma vez, convém destacar neste ponto a importância de um Trader que apresente já resultados de vários anos, pois se estes são bons e consistentes a probabilidade de estarmos perante alguém fidedigno e profissional é muito maior.

Uma vez que ambas as operativas estejam instaladas é possível que a do robot necessite de mais um pouco de manutenção do que um sinal, seja para atualizações do software, reoptimização dos parâmetros, questões técnicas com VPS, entre outras.

Então, tal como iniciei o presente conteúdo, esta decisão vai variar de pessoa para pessoa, em função do seu perfil e do nível de investimento e envolvimento que pretenda com a operativa escolhida. Ambas, quando boas, tem um grande potencial.

Por Nelson Dias.

Principais Aspetos A Levar Em Consideração No Momento De Escolher Um Broker

Há vários pontos que devemos ter em consideração ao escolhermos um broker em detrimento do outro. Por vezes muitas pessoas, de forma errada, ao irem parar à plataforma mundialmente mais usada (MT4) acabam por achar que os brokers são todos muito parecidos no que respeita às condições que oferecem para operar no mercado, mas a realidade é completamente diferente.

Então quais são os principais aspetos que devemos levar em consideração?

Passo a enumerar uma série deles:

  • A regulação. Há diferentes entidades reguladoras a nível mundial cujas condições e proteções oferecidas aos investidores variam significativamente. Por exemplo, neste ponto, uma das situações que mais deve ser ponderada é no caso de insolvência de um broker… há reguladoras que caso um broker se encontre nessa situação podem proteger o capital dos investidores até cerca de 50.000,00€, enquanto outras podem ir “apenas” até 25.000,00€ e outras nem sequer oferecem qualquer tipo de cobertura. Este é portanto um aspeto muito importante e que se deve levar em consideração.
  • O Volume. O volume deve ser entendido como sinónimo de dimensão, pois um corretor que mundialmente está presente em mais áreas do globo tende a ter um maior número de clientes e consequentemente mais liquidez e financeiramente mais saudável. Nestas situações o broker também tende a oferecer melhores condições de execução das ordens dos seus clientes, aspeto este muito apreciado pelos Traders profissionais.
  • Os Spreads. Os spreads praticados pelos brokers é um dos grandes aspetos que pode ditar a diferença nos resultados da conta de um Trader, mesmo que este trabalhe com as mesmas estratégias em brokers diferentes. Isto acontece porque como facilmente se pode entender, caso o spread seja mais elevado o resultado tende a ser menor, lembrando ainda que a execução de uma ordem pode ser dificultada quando estamos perante um spread mais elevado.
  • As comissões cobradas. À semelhança dos spreads, estas ditam também a diferença dos resultados finais de um Trader. A título de exemplo, se um Trader opera num ano 5.000 lotes no Broker “A” que cobra 6,00€ por cada lote standard transacionado, e esse mesmo Trader opera a mesma quantidade no Broker “B” que por sua vez cobra 5,00€ por cada lote standard transacionado, vejamos que esse Trader se tivesse optado trabalhar apenas com o broker “B” teria automaticamente uma poupança anual de 5.000,00€ devido ao pormenor da comissão:

– Broker “A”        = 5.000 x 6,00€ = 30.000,00€

– Broker “B”        = 5.000 x 5,00€ = 25.000,00€

– Diferença          = 30.000,00€ – 25.000,00€ = 5.000,00€

  • Serviço de apoio ao cliente. Este é um pormenor muito importante e muito valorizado pela maioria dos profissionais. Sentir que o broker está próximo sempre que é necessário resolver algum assunto transmite segurança e confiança a qualquer investidor. Prestar um serviço rápido e eficaz é o ideal. Este ponto é muito bom para medirmos o nível de profissionalismo e cultura do broker.
  • Comentários. Nos dias de hoje é muito fácil termos acesso às avaliações e comentários que os brokers recebem, por isso estes são também uma excelente ferramenta que nos podem ajudar no momento da decisão de eleger um broker.
  • Outros serviços diferenciadores. Qualquer serviço extra que seja de valor para os clientes é sempre bem visto e transmite que o broker pretende que estes se sintam especiais e confortáveis. Alguns brokers tem o cuidado e a particularidade de oferecer condições vantajosas e diferenciadoras aos seus clientes, como por exemplo ofertas de VPS, concursos com prémios, formações, possibilidade de gerir fundos de terceiros, entre outros.

Em geral é preferível despender um pouco mais de tempo na investigação dos brokers e corretoras e conhecê-los melhor antes de efetuar a abertura da conta, pois, este trabalho prévio, para além de fazer com que qualquer investidor se sinta mais confortável com a escolha que fez irá também fazer toda a diferença nos seus resultados futuros.

Por Nelson Dias.