Mercado Cai e Interrompe 9 Dias de Ganhos com Preocupação em Relação ao Fed

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,05%, a 1.773 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,12%, a 459 pontos, quebrando uma sequência de nove dias de alta, depois de o Fed dizer que poderá começar a aumentar os juros um ano mais cedo do que o esperado.

As ações de mineração tiveram o pior desempenho, despencando 2,5% com as declarações do banco central dos Estados Unidos elevando o dólar e diminuindo os preços das commodities. As ações do setor de serviços públicos e do setor químico também ficaram entre as maiores quedas.

As ações de bancos ficaram entre as de melhor desempenho no dia, subindo 0,4% com o aumento dos rendimentos dos títulos pelo Fed. Mas as perdas nos principais credores espanhóis, que vêm na esteira de uma investigação antitruste, empurraram o setor para baixo das máximas intradiárias. A inflação da zona do euro subiu em maio conforme o esperado, mostraram dados nesta quinta-feira, impulsionada por uma forte alta nos preços de energia e serviços mais caros. Embora o número tenha ficado um pouco acima da meta do Banco Central Europeu, o BCE adotou um tom de política monetária diferente do Fed. O BCE disse na semana passada que é muito cedo para debater o fim dos estímulos, apesar do recente aumento da inflação.

“Embora os bancos centrais possam parecer bastante relaxados sobre as perspectivas da inflação, eles ainda precisam olhar muito mais à frente e, se a economia melhorar conforme o esperado, a política monetária terá que mudar”, disse Michael Hewson, analista-chefe de mercado da CMC Markets do Reino Unido.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,44%, a 7.153 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,11%, a 15.727 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,21%, a 6.666 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,21%, a 25.713 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,07%, a 9.195 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,83%, a 5.181 pontos.

(Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick em Bengaluru)

Nasdaq Sobe com Otimismo Sobre Crescimento, Ignorando Sinalização do Fed Sobre Juros

Por Shashank Nayar

Oito dos 11 subíndices do S&P registravam queda nas negociações desta manhã, enquanto o setor de tecnologia da informação estava entre os poucos ganhadores do dia.

As ações de tecnologia, que geralmente têm melhor desempenho quando os juros estão baixos, impulsionaram um rali em Wall Street no ano passado, com os investidores migrando para ações consideradas relativamente seguras em tempos de turbulência econômica.

O grupo está sob pressão este ano, com o temor de que o aumento da inflação leve o Fed a aumentar os juros mais cedo do que o esperado. O banco central antecipou na quarta-feira sua primeira projeção de aumento de juros de 2024 para 2023.

Ainda assim, as ações da Apple, Microsoft, Amazon.com e Facebook revertiam as perdas vistas nas negociações de pré-mercado e passavam a subir entre 0,3% e 1,4%, já que os investidores apostam que uma recuperação econômica estável vai aumentar a demanda por seus produtos no longo prazo.

Às 12:43 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,58%, a 33.836 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,05185%, a 4.222 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,89%, a 14.165 pontos.

Ações de Bancos Garantem Índice no Azul Após Sinais de Aperto Monetário

(Acrescenta autoria, sem mudanças ao longo do texto)

Por Aluisio Alves

Às 11:15, o Ibovespa mostrava valorização de 0,33%, aos 129.681,15 pontos. O giro financeiro da sessão era de 6,72 bilhões de reais.

Segundo profissionais do mercado, embora as decisões de quarta-feira tenham vindo conforme esperado – com manutenção do juro perto do zero nos EUA e alta de 0,75 ponto percentual no Brasil, para 4,25% ao ano – investidores reagem a sinalizações de juros em alta mais à frente.

A maioria dos dirigentes do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) passou a esperar alta de juro em 2023, antecipando o ciclo em relação à última divulgação, quando a visão majoritária era de que o ciclo de alta começasse em 2024.

Esse conteúdo, divulgado durante as negociações na véspera, já deu viés negativo no fechamento dos mercados, tendência reverberada nas bolsas de Europa e Ásia nesta sessão.

Por aqui, a mudança de tom no comunicado do Banco Central, na direção de um processo de normalização completa da taxa de juros, em vez de uma abordagem parcial, foi lida como sinal de que a Selic chegará a 6,5% anuais em 2021, em vez de no ano que vem, apontou o Bradesco em relatório a clientes.

Segundo Pietra Guerra, analista da Clear, “bancos e seguradoras tendem a se beneficiar de uma taxa de juros mais alta”, enquanto setores ligados ao consumo podem ser impactados de forma negativa, já que juros mais altos tendem a desmotivar o consumidores.

DESTAQUES

ITAÚ UNIBANCO PN subia 2,1%, seguido por BRADESCO PN, com ganho de 1,7%. BANCO INTER UNIT ia além, com elevação de 5,5%. No ramo segurador, IRB BRASIL evoluía 2,3%, enquanto SUL AMÉRICA UNIT tinha apreciação de 1,6%.

– GERDAU recuava 2,1%, com a expectativa de aumento do juro piorando perspectivas para a construção civil, para o qual a siderúrgica é grande fornecedora. CSN, que também opera com aços longos e cimento, caía 2,7%.

– CYRELA puxava a fila de baixas entre as construtoras no índice, com recuo de 0,5%, seguida por JHSF, com baixa de 0,3%. MRV cedia 0,3%.

– Entre as varejistas, CARREFOUR BRASIL recuava 0,3%. GPA operava perto da estabilidade. CIA HERING tinha declínio de 0,7%.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

 

(Edição Alberto Alerigi Jr.)

MSCI Avalia Lançar Índices de Criptomoedas

Por Aaron Saldanha

Empresas como Bank of New York Mellon, Mastercard, Visa e Goldman Sachs deram pequenos passos no sentido de apoiar as criptomoedas. Em maio, o S&P Dow Jones Indices revelou novos índices de criptomoeda, trazendo bitcoin e ethereum para os pregões de Wall Street. Os novos índices, S&P Bitcoin Index, S&P Ethereum Index e S&P Crypto Mega Cap Index, medem o desempenho dos ativos digitais vinculados a eles. A corretora Coinbase se listou na Nasdaq em abril, quando o bitcoin atingiu um pico recorde. A MSCI tem procurado expandir suas ofertas e Fernandez disse que as áreas de crédito privado e ambiental, social e de governança (ESG) representam oportunidades para a empresa. Em abril, a companhia lançou 20 índices temáticos para ajudar os investidores a apostarem em “megatendências” na China alinhadas com os objetivos da política do governo chinês.

Ações da China Avançam Após 3 Dias de Perdas

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,42%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,21%.

Os ganhos vieram depois de três dias de perdas, com o CSI300 registrando a maior queda em dois meses na quarta-feira.

O crescimento na produção industrial da China desacelerou pelo terceiro mês seguido em maio, provavelmente pressionado por problemas causados por surtos de Covid-19 na potência exportadora do país Guangdong.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,93%, a 29.018 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,43%, a 28.558 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,21%, a 3.525 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,42%, a 5.101 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,42%, a 3.264 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,48%, a 17.390 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,04%, a 3.138 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,37%, a 7.359 pontos.

(Reportagem de Luoyan Liu e Andrew Galbraith)

Ações Europeias Fecham em Máxima Recorde Antes do Fed

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,21%, a 1.774 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,23%, a um pico histórico de 459,86 pontos, em sua nona sessão de ganhos e marcando a mais longa série de altas consecutivas em três anos e meio.

As ações de viagens e lazer, serviços públicos e do setor químico tiveram o melhor desempenho, já que os investidores estão apostando em um aumento na demanda do consumidor e na produção industrial. Mas os bancos caíram 0,9% com perdas nas ações no Banco Sabadell, Santander e Caixabank, depois de a agência reguladora de competições da Espanha abrir investigação sobre possíveis práticas anticompetitivas no marketing de empréstimos apoiados pelo Estado durante a pandemia.

Após sinais “dovish” do Banco Central Europeu na semana passada, a expectativa é de que o Fed pelo menos sinalize o início das conversas sobre quando e como reduzir as políticas monetárias de estímulo postas em prática no início da pandemia.

“Acredita-se que o Fed vai manter sua política monetária e novamente minimizar as conversas de redução. No entanto, os mercados procuram pistas sobre se o Fed está começando a reconhecer que a inflação pode não ser tão transitória quanto se pensava”, escreveram analistas do ING em nota.

Na Europa, ações de viagem e lazer subiram 1,3% após perdas acentuadas na terça-feira, enquanto serviços públicos ganharam 1%.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,17%, a 7.184 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,12%, a 15.710 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,20%, a 6.652 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,12%, a 25.767 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,31%, a 9.202 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,46%, a 5.225 pontos.

(Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick em Bengaluru)

Nervosismo Pré-Fed Mantém S&P 500 e Nasdaq Abaixo de Máximas Recordes

Por Shashank Nayar e Medha Singh

O Fed já tentou acalmar as preocupações acerca de um aperto da sua política monetária ultra-flexível devido ao aumento da inflação, mas dados de terça-feira mostrando um salto nos preços ao produtor levantaram novamente as expectativas de que o banco central poderá começar a discutir a redução de estímulos em sua reunião desta semana.

As preocupações com a inflação dominaram os mercados nas últimas semanas, mesmo com os fortes ganhos de empresas e a reabertura gradual da economia nos Estados Unidos ajudando o S&P 500 e o Nasdaq a atingirem máximas históricas.

“Todos os olhos estão realmente voltados para a redução (do estímulo)”, disse Art Hogan, chefe de estratégia de mercado da National Securities em Nova York.

As ações de bancos sensíveis aos juros caíam cerca de 1,9%, acompanhando a queda nos rendimentos de dez anos do Tesouro norte-americano (Treasuries). [/US]

Às 11:44 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,15%, a 34.247 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,028258%, a 4.245 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,3%, a 14.116 pontos.

Ações da China Fecham em Baixa sob Peso de Empresas de Matérias-primas

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 1,67%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,07%.

Analistas disseram que faltaram fatores para uma alta, enquanto os fortes valores em algumas partes do mercado eram causa de preocupação.

Entre os setores de pior desempenho nesta quarta-feira, o subíndice de matérias-primas caiu 3,08% uma vez que a notícia sobre restrições a exposição internacional em commoditites de empresas estatais acelerou as vendas no setor.

O subíndice de saúde perdeu 3,01%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,51%, a 29.291 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,70%, a 28.436 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,07%, a 3.518 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,67%, a 5.080 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,62%, a 3.278 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,37%, a 17.307 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,11%, a 3.139 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,09%, a 7.386 pontos.

(Reportagem de Cheng Leng em Pequim, Luoyan Liu e Andrew Galbraith em Xangai)

Ações Europeias Fecham em Alta com Fed em Foco

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,21%, a 1.771 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,11%, a 459 pontos, marcando também a sua mais longa sequência de ganhos em mais de dois anos.

Sinais “dovish” (lenientes com a inflação) do Banco Central Europeu melhoraram as perspectivas de curto prazo para ativos movidos a risco na Europa, junto à esperança contínua de que uma campanha de vacinação estável levará a uma recuperação econômica neste ano.

O foco desta semana será a reunião de política monetária de dois dias do Federal Reserve, começando nesta terça-feira, com investidores em busca de indicações sobre discussões do banco acerca da redução de suas compras de títulos e sobre as preocupações das autoridades com o aumento da inflação. “Não esperamos que as autoridades se precipitem em tomar uma decisão agora, (mas) seria interessante ver se haverá uma discussão sobre o assunto e, em caso afirmativo, se obteremos alguma pista sobre o possível ritmo desejado de retirada”, disse Charalambos Pissouros, analista de mercado sênior do JFD Group. “Um ritmo acelerado pode sugerir que as autoridades do Fed não consideram o aumento da inflação tão transitório como no passado e poderá prejudicar as ações.” Os dados de preços ao produtor mais fortes que o esperado nos Estados Unidos levantaram algumas preocupações de que o Fed poderá anunciar um aperto precoce da política monetária. Os investidores também estarão de olho nos dados de inflação de toda a zona do euro nesta semana. As ações de seguros estiveram entre os setores que melhor desempenharam no dia, enquanto as ações de recursos básicos despencaram, acompanhando uma queda nos preços dos metais básicos. [MET/L] As ações de viagens e lazer despencaram mais de 2% depois que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, adiou seus planos de suspender a maioria das restrições restantes contra a Covid-19 no país.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,36%, a 7.172 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,36%, a 15.729 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,35%, a 6.639 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,08%, a 25.736 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,54%, a 9.230 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,05%, a 5.201 pontos.

(Por Sagarika Jaisinghani em Bengaluru)

De Novo na Moda: Chanel Vê Recuperação Pós-pandemia Forte

Por Silvia Aloisi

A Chanel, conhecida por seus ternos de tweed, suas bolsas de mão acolchoadas e o perfume No. 5, é uma das maiores marcas globais do setor de luxo, que movimentam 340 bilhões de dólares, ao lado da Louis Vuitton, da LVMH.

No ano passado, as vendas totais do grupo totalizaram 10,1 bilhões de dólares, um recuo de 18% (considerando a taxa de câmbio constante), pior do que o registrado por alguns rivais. As rendas da LVMH caíram 16% de 2020, e as da Hermès só regrediram 6%.

“No momento em que falamos, já estamos crescendo dois dígitos neste ano, e não vemos razão para esta tendência mudar”, disse Philippe Blondiaux, executivo financeiro da Chanel, à Reuters, mais um sinal de que os grandes grupos de luxo estão emergindo da crise mais rapidamente do que se esperava inicialmente.

Ele disse que a China e os Estados Unidos, em particular, estão impulsionando a recuperação, que ele viu como mais do que uma disparada temporária provocada pela privação das compras.

“Estamos além do que alguns chamam de compra por vingança, acreditamos que é um ímpeto profundo e duradouro, o que pode não ser verdade para todos os participantes do setor de luxo, mas é verdade para as grandes marcas que continuaram a investir, como fizemos.”